Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Câmara Municipal de Querência presente na apresentação do Novo leiaute do Aplic 2020.

Câmara Municipal de Querência presente na apresentação do Novo leiaute do Aplic 2020.

por Aquila Merces publicado 25/09/2019 12h10, última modificação 25/09/2019 12h15
Colaboradores: TCE-MT
TCE-MT
Estiveram presentes na solenidade o presidente da Câmara de Querência vereador professor Neiriberto, Procura Jurídica Kelly Machado, Contadora e gestora de Aplic Gardênia Neri e o Técnico em informativo Djeyson Vieira.

"O novo leiaute do Sistema Aplic para 2020 tem como foco a prestação de contas ao TCE de modo mais simples e fácil", afirmou o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Gonçalo Domingos de Campos Neto. As mudanças foram apresentadas nesta terça-feira (24/9) aos representantes das unidades gestoras municipais de todo o Estado, da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM) e das empresas prestadoras de serviço de software contábil. A novidade é resultado da colaboração dos próprios usuários do sistema que passou por uma das mais amplas e profundas adequações desde a sua criação pelo Tribunal há 15 anos.

A apresentação do novo leiaute aconteceu no auditório da Escola Superior de Contas e reuniu mais de 300 participantes. A alta direção do TCE-MT foi representada na abertura do evento pelo conselheiro substituto junto à Presidência, Ronaldo Ribeiro, que também destacou que as mudanças implementadas ao Aplic vieram depois de uma ampla discussão com os seus principais usuários e que as melhorias introduzidas atendem basicamente à duas premissas:

assegurar ao TCE-MT a confiabilidade e a tempestividade das informações recebidas dos jurisdicionados; e dar às unidades gestoras e empresas prestadoras de serviços de software contábil, segurança, condições operacionais e racionalidade sistêmica para o envio das cargas de informações.

Também foram criados padrões para alterações no próprio sistema, como por exemplo, o estabelecimento de "quarentena" para a entrada em vigor de regras restritivas e a criação de um grupo de avaliação para analisar qualquer proposta de novo regramento. Já as regras que implicarem em flexibilização do sistema poderão ser implementadas de imediato. Também foram suprimidas do Aplic uma série de redundâncias de informações e definidos de forma mais clara os dados prioritários com os quais o Aplic deve ser abastecido.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Mídias Sociais

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo
PREVISÃO DO TEMPO